suinocultura

Out 23

O novo caso na província de Liaoning evidencia a ameaça que a doença representa à indústria suína de um trilhão de dólares do país

China reportou um novo caso de peste suína africana em uma fazenda com cerca de 20 mil suínos no dia 14 de outubro, a maior no principal produtor de suínos do mundo a relatar a doença altamente contagiosa até o momento.

O novo caso, um dos vários relatados na província de Liaoning nos últimos dias, evidencia a ameaça que a doença representa à indústria suína de um trilhão de dólares do país, apesar da série de medidas iniciais impostas para limitar a sua propagação.

Os preços do porco despencaram no nordeste da China, depois de produtores não terem conseguido transportar os animais para fora das províncias infectadas, enquanto os preços no sul avançaram.

As fazendas de grandes empresas geralmente têm uma biosegurança maior, ou medidas contra a disseminação da doença, se comparadas às centenas de milhares de pequenas fazendas chinesas, e até o momento não reportaram nenhum surto.

Porém um dos três novos casos em Liaoning nesta segunda-feira aconteceu em uma fazendo com 19.938 suínos, de acordo com um comunicado publicado no website do Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais.

“O fato de que a doença foi confirmada em uma grande fazenda suína mostra que isso ficou mais sério”, disse Yao Guiling, analista da consultoria China-America Commodity Data Analytics.

Fonte: Suinocultura Industrial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *