frango

Out 04

Os meses de julho e agosto registraram números históricos de exportação para a avicultura do Paraná. De acordo com o levantamento da Secex (Secretaria de Comércio Exterior), foram exportadas 313,6 mil toneladas de carne de frango no último bimestre.

O resultado corresponde a um aumento de 11,8% em relação ao mesmo período em 2017 (280,3 mil toneladas).

Os bons resultados nas exportações refletiram em um aumento nos abates nas plantas estaduais. Segundo dados do Sindiavipar (Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná), agosto registrou 156 milhões de frangos abatidos, número 9,11% maior que julho e que representa o segundo melhor resultado do ano, atrás apenas de janeiro (157,6 mil).

Para o presidente do Sindiavipar, Domingos Martins, os números não são ocasionais e só confirmam que há uma estrutura na produção brasileira que não é igual a nenhum outro país. “Temos um tripé em nossa produção. Qualidade, quantidade e preço. Exportamos para mais de 200 países. Mesmo com a restrição de alguma nação, o resto dos parceiros sustenta nossa cadeia”, afirma.

Participação

Os números apurados nos meses de julho e agosto deste ano representam, respectivamente, 37,62% e 37,61% das exportações de carne de frango do Brasil. Esse resultado era de 33,17% em julho e em agosto de 34,67% de 2017. “Acredito que se continuarmos nesse patamar vamos conseguir registrar crescimento nas exportações neste ano”, conclui Martins.

Sobre o Sindiavipar

O Sindiavipar (Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná) representa 43 abatedouros, incubatórios e frigoríficos paranaenses. Desde sua fundação, há 26 anos, o Sindiavipar tem trabalhado para buscar o crescimento e a sustentabilidade da avicultura do estado, buscando sempre representatividade no mercado interno e externo.

Atualmente, o Paraná é o maior produtor e exportador nacional, além de referência em sanidade avícola e responde por mais de 35% das exportações de carne de frango do país, embarcando o produto para mais de 160 países em todo o mundo. Mais informações: sindiavipar.com.br

 

Fonte: AviNews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *