20190507_grafico

Mai 07

A diferença foi pequena, inferior a 1%. De toda forma, pela segunda vez consecutiva neste ano e pela terceira nos últimos 12 meses, o frango abatido registrou, na segunda quinzena, média de preço superior à da quinzena inicial do mês.

Não é um fato comum, pois, normalmente, a maior parte dos negócios do setor se concentra na primeira quinzena, período em que a massa salarial mensal chega ao mercado. Mas, repetindo o comportamento de março, também em abril não foram observadas as quedas bruscas típicas da segunda quinzena e o produto seguiu até o final do mês com relativa estabilidade de preço.

É verdade que parte dessa estabilidade decorreu do fato de, neste ano, o domingo de Páscoa (momento de maior consumo) ter ocorrido na segunda quinzena. Note-se, porém, que mesmo após essa data (21 de abril) os recuos observados foram moderados.

Comparativamente a idêntico período do ano passado, o preço médio do frango abatido nas quatro primeiras quinzenas de 2019 registrou valorização de 43,5%. Já nas segundas quinzenas a valorização anual subiu para 46,5%, resultado que comprova o desempenho melhor na última parte do mês.

Fonte: Avisite

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *